Espírito Santo ultrapassa meta de cobertura vacinal de sarampo

De acordo com o painel de vacinação do Ministério da Saúde, divulgado na última terça-feira (29), somente os estados do Espírito Santo, Minas Gerais e Amazonas ultrapassaram a meta de 95% da cobertura vacinal de sarampo, neste ano, em crianças de seis meses a menores e um ano. Atualmente o Espírito Santo está com 109,09% de vacinação nesse público.

Danielle Grillo, coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis da Secretaria da Saúde (Sesa), comemora o resultado e reforça a importância da vacinação. “Esse é um trabalho coletivo dos gestores, profissionais e população capixaba. A vacinação contra o sarampo é a única forma de impedir a cadeia de transmissão do vírus”, disse.

Além disso, 14 estados atingiram o índice ideal de vacinação em crianças de um ano, sendo eles: Espírito Santo, Alagoas, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Paraíba, Ceará, Paraná, Santa Catarina, Sergipe, Rio Grande do Sul, Tocantins, Goiás e São Paulo.

A coordenadora lembra que as crianças são mais suscetíveis às complicações do sarampo, podendo evoluir para óbito.

Nova campanha contra o Sarampo

A segunda etapa da campanha ocorre entre os dias 18 e 30 de novembro. Nessa fase, serão vacinados adultos jovens, na faixa etária de 20 a 29 anos, que não possuem o registro da vacinação. O dia D, de mobilização nacional, será 30/11.

Dados sarampo

A Secretaria da Saúde (Sesa) registrou até esta quinta-feira (31), um total de 265 notificações de casos suspeitos de sarampo no Espírito Santo. Desses, 242 casos foram descartados, dois foram confirmados e 21 seguem em investigação.

De acordo com o boletim epidemiológico da doença divulgado pelo Ministério da Saúde, o Brasil registrou 9.304 casos confirmados de sarampo em 22 estados: São Paulo (8.779), Paraná (157), Rio de Janeiro (81), Pará (63), Pernambuco (60), Minas Gerais (51), Santa Catarina (25), Bahia (19), , Rio Grande do Sul (17), Ceará (5), Goiás (4), Maranhão (4), Rio Grande do Norte (4), Amazonas (4),Sergipe (3), Piauí (3), Distrito Federal (3), Espírito Santo (2), Mato Grosso do Sul (2), Alagoas (1), e Paraíba (1).

A doença

O sarampo é uma doença viral de elevada contagiosidade, cuja a transmissão ocorre por meio de secreções nasofaríngeas expelidas ao tossir, espirrar e falar. Casos graves podem levar ao óbito.

Os principais sintomas são febre acompanhada de tosse persistente, irritação ocular, coriza, congestão nasal e mal-estar intenso. Após estes sintomas, há o aparecimento de manchas avermelhadas no rosto, que progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias.

Esquema vacinal

Deve ser aplicada uma dose da vacina tríplice viral em todas as crianças de seis meses a menores de um ano (dose zero). A partir dos 12 meses de idade, a primeira dose da vacina tríplice viral e uma dose da vacina tetra viral aos 15 meses.

Os indivíduos de um a 29 anos devem ter duas doses da vacina com o componente sarampo. Para aqueles de 30 a 49 anos, uma dose é o suficiente. Os trabalhadores da Saúde devem ter duas doses da vacina, independentemente da idade.