Trabalho de equipe da Vigilância em Saúde evita dengue em Marechal Floriano

Percorrer todas as residências e os quintais na sede e interior de Marechal Floriano à procura de focos da dengue, exterminá-los e orientar os proprietários de imóveis sobre como evitar essa doença provocada pelo mosquito Aedes aegypti nos moradores dos domicílios.

Com essa premissa uma equipe da Vigilância Ambiental de Marechal Floriano percorre todo o município para evitar o surgimento do inseto voador cuja picada provoca a doença. Agentes que trabalham nesta manhã na antiga Estrada do Caracol informam que não há casos confirmados da doença no município.

“Trabalhamos direto para que consigamos evitar a proliferação dos insetos voadores com explicações sobre a manutenção de recipientes sem uso, destampados e com líquido parado, em cantos das casas ou quintais, de onde surgem as larvas e em seguida o mosquito causador da doença”, disse uma agente em serviço.

O comerciante Guerino Demoner, residente em Marechal Floriano, lembra que o morador tem mesmo de se conscientizar sobre a existência da dengue no Estado, ouvindo e agir em conformidade às orientações dos agentes do órgão público, que trabalham para promover a saúde na cidade. “Excelente trabalho”.

Outra pessoa que é favorável ao trabalho da Vigilância Ambiental em Marechal Floriano é o comerciário Wagner Amaral. “Os agentes que trabalham em Marechal Floriano realizam um trabalho perfeito e devem continuar insistindo com a população, que por sua vez, terá de ouvi-los e agir com eles solicitam para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti”.