Bandidos roubam Hilux, capotam o veículo após baterem em viatura e trocam tiros com a polícia

Perseguição, troca de tiros e acidente com uma viatura da Polícia Militar. Esse foi o resultado de um roubo que começou na localidade de Barra Encoberta, no município de Itarana, na tarde dessa segunda-feira (16), e ainda prossegue durante a noite com a caçada aos bandidos, que abandonaram o veículo roubado na localidade de Castelinho, em Vargem Alta, após um capotamento.

Policiais militares de diversos municípios participaram do cerco aos bandidos, após a informação do roubo. Os bandidos chegaram à residência de Eduardo Brandt na tarde de hoje, amarraram os moradores e roubaram uma Hilux de cor branca, placas OKM-0015 (Itarana), e fugiram do local em alta velocidade rumo à Santa Maria de Jetibá. O filho da vítima pediu socorro por meio de áudios enviado pelo WhatsApp.

Hilux batida

As buscas se intensificaram em várias localidades da região. Os bandidos foram visualizados na ES-164, região de Caldeirão, em Santa Maria de Jetibá, e a perseguição teve início com o envolvimento de várias viaturas.

No final da tarde, foi passada a informação de que a caminhonete estava seguindo em direção a Vargem Alta. Nesse momento, uma viatura da Polícia Militar que estava em Pedra Azul, Domingos Martins, seguiu para a rodovia estadual que liga a BR-262 para Vargem Alta.

Em um local onde estava ocorrendo manutenção da rodovia e o trânsito estava em sistema de pare e siga, a viatura policial avistou a Hilux, na localidade de Castelinho. Os policiais ultrapassaram da caminhonete e fizeram um bloqueio mais a frente. Dois policiais saíram e aguardaram a caminhonete para fazer a abordagem.

Quatro homens estavam no carro roubado e eles atiraram contra os policiais, que revidaram. O motorista da Hilux tentou atropelar dois policiais e, em seguida, jogou o veículo para cima da viatura, que atingiu o policial e o arremessou há uns três metros. Ele não se feriu gravemente.

Outra viatura descaracterizada continuou o prosseguimento aos bandidos e, cerca de dois quilômetros à frente, a caminhonete foi avistada capotada. Os quatro bandidos fugiram para o meio do mato. Até por volta de 21 horas de hoje os fugitivos não haviam sido capturados.