Mulher assaltada no início da manhã de hoje (16) em Marechal Floriano

Um verdadeiro ato de covardia. Assim foi considerado pelos colegas o assalto à idosa Juraci Souza Silva, que seguia às 5h30 para o seu local de trabalho, no Centro Médico César Vello Puppim, na Rua Manoel Kill, em Marechal Floriano. Um homem alto e desconhecido foi o autor do assalto.

Tudo aconteceu quando a vítima, Juraci Souza Silva, seguia caminhando pela via de acesso ao local de trabalho, procedente da sua residência, no Bairro Santa Rita. Segundo ela, um homem alto surgiu na escuridão, segurou-a pelo pescoço e encostou uma arma em sua cabeça, ameaçando-a de morte caso não lhe entregasse a sua bolsa.

Ela disse que não conseguiu dialogar com o bandido para dizer que não havia dinheiro. “Ele me tomou a bolsa arrancando-a com força e até agora estou com dores no pescoço”, disse a servidora Juraci. Ela ressaltou que a seguir, o homem saiu correndo pela rua e desapareceu.

Na bolsa, segundo a vítima do assalto, havia um cartão que utiliza para receber o seu pagamento, um celular e outros objetos de pouco valor. Ela informou que imediatamente, apesar de desesperada devido a ocorrência, ela se dirigiu ao Destacamento de Polícia Militar (DPM) e prestou queixa do assalto.

Ela esteve na agência bancária para invalidar o cartão. Uma equipe de militares, segundo ela, deixou de imediato o DPM e saiu pelas ruas em viaturas à procura do criminoso, mas ele não foi encontrado. Ela também prestou queixa na Delegacia de Polícia Civil de Marechal Floriano.