Reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável no Centro de Agronegócio em Marechal Floriano

Na noite da última segunda (21), aconteceu no Centro de Agronegócio, no Posto do Café, a reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS) de Marechal Floriano, que tem como objetivo principal a priorização, adequação e aprimoramento das políticas públicas ligadas ao desenvolvimento sustentável do município.

Reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável no Centro de Agronegócio em Marechal Floriano 2 CMDRS foi criado pela Lei nº 1.193 de fevereiro de 2013, desde então foram alcançadas inúmeras conquistas, para melhoria da qualidade de vida no campo, através da participação de representantes da sociedade civil e do poder público.

“O CMDRS é o local onde temos a representação de diversos atores do desenvolvimento local, é um espaço democrático onde todos podem expressar suas ideias a favor do desenvolvimento sustentável”., relatou o Presidente do CMDRS, Sérgio Stein.

Conheça as competências do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável:

I – promover o entrosamento entre as atividades desenvolvidas pelo executivo municipal e órgãos e entidades públicas e privadas voltadas para o desenvolvimento rural do Município;

II – apreciar o Plano Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável – PMDRS, e emitir parecer conclusivo atestando a sua viabilidade técnico-financeira, a legitimidade das ações propostas em relação às demandas formuladas pelos agricultores, e recomendando a sua execução;

III – exercer vigilância sobre as execuções das ações previstas no PMDRS;

IV – sugerir ao executivo municipal e aos órgãos e entidades públicas e privadas que atuam no município ações que contribuam para o aumento da produção agropecuária e para a geração de emprego e renda no meio rural;

V – sugerir políticas e diretrizes às ações do executivo municipal no que concerne a produção, à preservação do meio ambiente, ao fomento agropecuário e à organização dos agricultores e a regularidade do abastecimento alimentar do município;

VI – assegurar a participação efetiva dos segmentos promotores e beneficiários das atividades agropecuárias desenvolvidas no município;

VII – promover articulações e compatibilizações entre as políticas municipais e as políticas estaduais e federais voltadas para o desenvolvimento rural;

VIII – acompanhar e avaliar a execução do PMDRS.

Com informações da Secretaria Municipal de Agricultura (SEMAG)