Já saiu a lista oficial dos 30 deputados estaduais e dos 10 deputados federais eleitos no Espírito Santo. Na Assembleia Legislativa houve uma boa renovação. Entre os eleitos, o destaque fica para o vereador de Santa Maria de Jetibá, Adilson Espíndula (PTB), que obteve 11.635 votos, e conseguiu uma vaga.

Uma das maiores surpresas desta eleição no Espírito Santo é a renovação do Senado Federal. Os atuais senadores Magno Malta (PR) e Ricardo Ferraço (PSDB) perderam para os novatos Fabiano Contarato (Rede) e Marcos do Val (PPS). Esse ano todo Estado brasileiro elege dois senadores.

O ex-governador Renato Casagrande (PSB) foi eleito o novo governador do Espírito Santo. Com cerca de 95% das urnas apuradas até 18h55 de hoje (07), Casagrande venceu com mais de 55% dos votos válidos, o que representa pouco mais de 1 milhão de votos. Em segundo ficou o deputado federal Carlos Manato (PSL), com 27,43% dos votos (497 mil votos).

Pela segunda eleição consecutiva, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizará a apuração dos votos das eleições em tempo real. O público poderá acompanhar o número de votos dos seus candidatos na palma da mão, com o aplicativo para Resultados 2018, que já está disponível para downloads em tablets e smartphones que operam com os sistemas Android e IOS.

 

Este ano, os 35 partidos políticos usarão mais de R$ 1,7 bilhão do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, que são recursos públicos destinados para as campanhas eleitorais. O MDB, do candidato Henrique Meireles, é o que recebeu a maior fatia desse recurso (R$ 234.232.915,58), seguido pelo PT, do candidato Fernando Haddad (R$ 212.244.045,51) e pelo PSDB,de Geraldo Alckmin (R$ 185.868.511,77).

Com apenas um mês de funcionamento, o aplicativo móvel Pardal registrou 10.275 denúncias de supostas irregularidades cometidas durante a campanha eleitoral de 2018 em todo o Brasil. As infrações mais recorrentes envolvem propaganda eleitoral (6.839 notificações), seguidas de crimes eleitorais (1.376 notificações), outros crimes (921 notificações), compras de votos (238 notificações) e doações e gastos eleitorais (89 notificações).