Plantação de maconha descoberta em sítio nas montanhas iria abastecer a Grande Vitória

As polícias Militar e Civil descobriram uma plantação de maconha em um sítio localizado em São Bento de Urânia, em Alfredo Chaves, na tarde de ontem (10). A droga seria comercializada na Grande Vitória, ao valor de R$ 15 mil o quilo, segundo informou aos policiais o homem preso acusado de ser o responsável pelo plantio.

Além de um viveiro onde eram produzidas as mudas, o sítio, que pertence a família do detido, contava com uma estufa climatizada e com irrigação, centenas de pés da droga plantados em vasos e farto material para o beneficiamento do entorpecente. Os policiais gravaram um vídeo mostrando como eram produzidas as plantas.

Na residência do acusado, de 33 anos, foram apreendidas três armas, sendo um revólver calibre 38, uma espingarda calibre 20, e uma espingarda calibre 36. O detido afirmou que o material era cultivado e beneficiado no sítio. A droga era acondicionada para venda e distribuída para diversos pontos na Grande Vitória.

O homem detido afirmou que ele mesmo transportava e vendia a droga. Quando os policiais chegaram à propriedade, o homem tentou fugir para o meio de uma mata, mas foi capturado. Ele tentou destruir alguns vasos com o plantio, assim que viu a presença da polícia. Foram identificadas mais de 300 plantas de maconha. Outro vídeo feito pelos policiais, mostra os vasos com as plantas em uma estufa climatizada.

Devido ao grande volume, foi preciso destruir a maior parte das plantas no sítio. Parte foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Alfredo Chaves, juntamente com o preso e com as armas.

De acordo com policiais militares que participaram da operação, o plantio foi descoberto por meio de uma denúncia anônima. Após ser autuado, o homem foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDPG) de Guarapari.