GERAL POLÍTICA POLÍCIA TURISMO CULTURA AGRONEGÓCIO ESPORTE SAÚDE CLASSIFICADOS EVENTOS GUIA COMERCIAL
BUSCA   
ESCOLHA SUA CIDADE 22 DE JANEIRO DE 2017

 

Gastronomia

Histórico

 

 

05/06/2012

Para os enamorados

 

 

 
É verdade que todo dia é “Dia dos Namorados”, mas aqui no Brasil, no dia doze de junho, ele é oficialmente comemorado. A troca de presentes e de cartões com mensagens e textos românticos é a marca registrada desta data.
 
Doze de junho é véspera do Dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro e, por causa dele, convencionou-se celebrar neste dia 12 a união dos enamorados, quando todos manifestam para seu/sua amado/amada o sentimento que nutrem um pelo outro.
 
E nada mais justo que comemore-se gastronomicamente esta data, seja preparando um belo café da manhã, tomado a dois na cama, com aquela bandeja chic e própria para tal, ou mesmo um almoço, lanche ou jantar especial. 
 
Se optar pelo café da manhã, o ideal é que tenha frutas frescas da estação, já descascadas e cortadas, como o melão orange, o papaia, pêssegos, cerejas, morangos... Ou uma recém-preparada salada de frutas! Comporão, ainda, a bandeja, um bonita taça de suco, uma xícara de café ou chá, torradas ou, quem sabe, croissants, manteiga e uma ou duas variedades de geleia (se necessário, que sejam diet!). Sofisticando um pouco mais: panquecas ou waffles cobertos com mel, ou cereais e iogurte, além de ovos mexidos ou na forma de omelete, também serão bem-vindos, podem ter certeza... 
 
Outras opções para suprir a bandeja: muffins, cup cakes, pães caseiros, pão de queijo, tortas salgadas e doces, bolos, biscoitos... E o que não deve faltar: flores, para começar o dia de maneira bem colorida!
 
 
Escolhemos preparar um almoço, então poderemos pensar em algo leve, como um grelhado, ou uma massa com um molho “especial”, ou um risoto, por exemplo. Para grelhar sugiro um peito de frango ou um filé de peixe, como o linguado.
 
Ambos podem ser temperados levemente com sal, pimenta do reino moída na hora e suco de limão. Grelha-se numa frigideira antiaderente, com um fio de azeite. Para acompanhar? Uma salada fresca, com folhas verdes e tomates, ou um purê de batatas, incrementado com manteiga, e noz moscada. Outra incrementada: um molho à base de geleia de frutas vermelhas: vai ser um sucesso, sem sombra de dúvida!
 
 
Se a escolha recair sobre um risotto, que tal um preparado tradicionalmente, com o arroz arbório cozido no caldo de legumes, queijo parmesão, manteiga gelada e salsinha picada para terminar, adicionando lâminas de cogumelos? Sirva-o em prato fundo, regado com um fio de azeite!
 
Entretanto também não será má ideia cozinhar uma massa fresca al dente, como um tagliatelle ou mesmo um spaghettini, um prato rápido e simples de preparar. O molho poderá ser um belo pesto (no último que eu fiz utilizei manjericão fresco e macadâmia: o resultado foi aprovado com louvor!) ou um de tomates, que poderá ser adquirido nos supermercados, depois coberto por um queijo parmesão de boa qualidade, ralado grosso, na hora.
 
 
Vai rolar, para fechar com chave de ouro, uma sobremesa? Tente uma panna cotta, um pudimzinho preparado com leite morno, creme de leite, açúcar, essência de baunilha e gelatina em pó sem cor e sem sabor. Por cima sirva uma calda preparada com a geleia de sua preferência: framboesa, morango, etc.
 
Com um pouquinho mais de trabalho, faça e sirva um clafoutis: cerejas frescas (se for época) ou morangos, cobertos com uma massa batida no liquidificador com ovos, leite, creme de leite, farinha e açúcar, levado ao forno para dourar e, para finalizar, salpicado com mais um pouco de açúcar cristal. Volta ao forno para derretê-lo um pouco e vai quentinho para a mesa. Pode ser individual ou utilizada uma forma maior, de porcelana, de preferência.
 
 
Resolveu servir um lanche especial para sua “cara-metade”? Aqui vão algumas dicas: uma quiche lorraine acompanhada por uma taça de espumante; um cheesecake e uma taça de suco de laranja; cup cakes e uma xícara de chá; ou, se a temperatura permitir, um chocolate quente e waffles cobertos com fatias de morangos. Hummm!
 
  
 
Bom, não rolou nem um café da manhã, nem um almoço nem um lanchinho: vamos partir para o jantar. Que pode não ser bem um jantar, mas um encontro gastronômico, tipo uma fondue de queijo regada a vinho branco, se a temperatura ambiente não for das maiores, ou “queijos e vinhos”, uma ideia genial para passar um tempo juntos, conversando e algo mais. Há que se tomar os devidos cuidados na hora comprar tanto os queijos como os vinhos, buscando, se necessário, ajuda de um especialista para harmonizá-los perfeitamente.
 
 
Entretanto decidimos que vamos realizar um jantar, mesmo. Antes de mais nada, o fundo musical, as flores e as velas acesas, para dar o “clima”. Serviremos uma entrada, um prato principal e uma sobremesa. Para encerrar, um licorzinho.
 
Como entrada vamos pensar numas bruschetas, aquelas fatias ligeiramente torradas de pão tipo italiano, esfregadas com alho, cobertas com um fio de azeite, tomates picados e queijo parmesão ralado, quem sabe um pouco de orégano também.
 
Outra ótima pedida é uma terrine, de carne suína, de pato ou de fígado de frango, servida fria e acompanhada de uma saladinha. Ambas podem, e devem, ser muito bem seguidas com um vinho tinto leve, como os das uvas pinot noir
 
 
Agora o prato principal, ou como dizem os gourmets, a “pièce de resistance”: um filé de peixe no cartoccio, isto é, no envelope. Pouco trabalho e resultado surpreendente, principalmente pela leveza e pelo sabor dos temperos e dos legumes. Corte bastões de abobrinha verde e de cenoura, e disponha-os sobre uma folha de papel alumínio, como se fosse uma “cama”.
 
Tempere os filés de peixe com suco de limão, sal e pimenta do reino moída na hora. Deite-os sobre a “cama” e espalhe por cima, cubinhos de cebola e de tomate sem pele e sem semente, além de salsinha e tomilho. Regue com azeite. Feche a folha de alumínio como se fosse um “envelope” e coloque no forno pré-aquecido, deixando-o assar por uns 40 minutos. Retire, coloque sobre um prato e sirva individualmente. Tomem cuidado ao abrir o envelope, devido ao vapor que está preso lá dentro. Pode ser acompanhado por um arroz branco.
 
Ou, ao invés do peixe, um saltimbocca: escalopinhos (bifes bem fininhos) de filé mignon, cobertos com uma fatia de presunto cru e uma folha de sálvia fresca, fritos no azeite e na manteiga. Acompanhamento: um creme de batata baroa, também conhecida como “mandioquinha”. Experimente, não tem erro!
 
 
E, para encerrar a noite, uma sobremesa: um creme brulée ou peras ao vinho. O primeiro é preparado creme de leite fresco, ovos, baunilha, raspas da casca de laranjas e açúcar. Depois de cozidos e colocados numa pequena travessa individual, espalhe açúcar na superfície e “queime” com um maçarico culinário até caramelizar. Se não possuir um maçarico, segure pelo cabo uma colher grande com um pegador de panelas e esquente-a no fogo, colocando-a sobre o açúcar quando aquecida (muito cuidado para não queimar as mãos!).
 
As peras são descascadas e cozidas em suco de laranja e vinho branco (ou tinto, se preferir). Deixe o cabinho ao descascá-las, para compor o visual. Quando estiverem macias, corte uma fatia do fundo, para elas ficarem em pé, disponha-as num prato de sobremesa e regue-as com uma calda de caramelo, não muito espessa. Decore com folhas de hortelã.
 
 
Como o clima de romance não acabou, só resta então espaço para um licorzinho e, quem sabe, um café, para aumentar a adrenalina. Se for preciso! 
 
E até a próxima!
 

 

 

 

 

Margareth

09/06/2012
17h20

Bela dica, chef Mario. Experimentei o filé no cartoccio e ficou delicioso. De sabor leve e refinado.


Reportar abuso

Lenize

30/06/2012
12h20

Mário, texto lindo e muito romântico. Fiz algumas das receitas citadas e ficaram ótimas. Obrigada pelo artigo e pelas sugestões.


Reportar abuso

 

 
2016 (1)
 

Maio (1)

 

 

» Sem tempero não dá!...

2015 (4)
2014 (3)
2013 (6)
2012 (12)
2011 (12)
2010 (15)

 





GERAL POLÍTICA POLÍCIA TURISMO CULTURA AGRONEGÓCIO ESPORTE SAÚDE CLASSIFICADOS EVENTOS GUIA COMERCIAL
BUSCA   
Termo de Uso | Política de Privacidade | Anúncios Publicitários | Contatos

© 2009 Montanhas Capixabas - Todos os direitos reservados