GERAL POLÍTICA POLÍCIA TURISMO CULTURA AGRONEGÓCIO ESPORTE SAÚDE CLASSIFICADOS EVENTOS GUIA COMERCIAL
BUSCA   
ESCOLHA SUA CIDADE 22 DE JANEIRO DE 2017

 

Vida Saudável - Dicas de Saúde

Histórico

 

 

17/06/2016

Como podemos nos organizar para ter mais qualidade de vida

 

 

Afinal, o que é essa tal qualidade de vida? Para um faquir indiano que passe boa parte da vida se aperfeiçoando para sentir menos dor provavelmente signifique um modo de vida bem diferente de alguém que more em São Paulo, trabalhe digamos em atividade administrativa e adore comer ostras.

Parece, portanto, que é impossível determinar exatamente aquilo que gera uma vida com qualidade para uma determinada pessoa. Valores pessoais, hábitos arraigados, rotina do dia a dia e planejamento de vida são todos fatores que contribuem para que cada um determine aquilo que traz qualidade aos dias.

Para algumas pessoas, um sábado e domingo cheios de sol, com gente divertida e muita conversa fiada com assuntos leves pode ser o protótipo ideal de um ótimo final de semana. Outros talvez prefiram o isolamento junto à natureza, com pouca gente e muito tempo para colocar as ideias em ordem na cabeça. Qual é a melhor escolha? Claro que não há resposta tipo certa ou errada, cada um deve descobrir o que lhe traz prazer, o que lhe faz sentido, o que é importante.

Algumas escolhas podem ser saudáveis e interessantes para alguns, e é natural que o que se comente mais sejam as atividades mais liberadoras de adrenalina ou mais exóticas. Mas isso não significa que, necessariamente, seja o melhor para a sua pessoa.

Por exemplo, talvez eu adore ficar o final de semana inteiro jogado numa cadeira lendo contos policiais, mas tenha uma vida sedentária que justifique ao menos uma caminhada leve aos sábados e domingos. Ou ainda a única oportunidade para acompanhar os filhos ao teatro quando o desejo espontâneo aponta para a cervejada com os amigos.

A conclusão imediata é que em algum momento teremos situações e escolhas conflitantes. E o primeiro conflito é com o tempo, o que fazer com as horas que não são determinadas por nosso trabalho. 

Grande parte das pessoas deixa os finais de semana sem planejamento, acorda no sábado de manhã e fica até o meio dia na cama pensando no que irá fazer naquele final de semana. E se surpreende zanzando pela casa até o final do domingo. 

É curioso como pessoas muito organizadas em diversas áreas de sua vida não têm a menor ideia do que fazer com o tempo livre, aquele em que não se está trabalhando. Muitos inventam trabalho, outros improvisam qualquer coisa, e os mais sábios já pararam para pensar no que desejam nesta vida, equilibrando o TER coisas com o FAZER coisas e com o SER coisas.

Qualidade de vida talvez signifique exatamente um equilíbrio entre essas três facetas de nossas atividades, levando em conta aquilo que desejamos encontrar no futuro se for possível e aquilo que não poderíamos deixar de fazer, ou de ser. 

E mantendo a perspectiva de que não se tem notícia de alguém ter, nos momentos finais de sua vida, reclamado que poderia ter passado mais tempo no emprego trabalhando…

Fonte: dino.com
 

 

 

 

 

 

 
2016 (13)
 

Setembro (1)

 

 

» O diagnóstico de câncer d...

 

Agosto (1)

 

 

 

Julho (1)

 

 

 

Junho (3)

 

 

 

Maio (1)

 

 

 

Abril (2)

 

 

 

Março (1)

 

 

 

Fevereiro (2)

 

 

 

Janeiro (1)

 

 

2015 (12)
2014 (12)
2013 (8)
2012 (5)
2011 (10)
2010 (7)

 





GERAL POLÍTICA POLÍCIA TURISMO CULTURA AGRONEGÓCIO ESPORTE SAÚDE CLASSIFICADOS EVENTOS GUIA COMERCIAL
BUSCA   
Termo de Uso | Política de Privacidade | Anúncios Publicitários | Contatos

© 2009 Montanhas Capixabas - Todos os direitos reservados